Ruby Fortune Casino
Ruby Fortune Casino

€750 EM BÔNUS

1° / 2° / 3° Depósito: Bônus até €250 • Apenas para novos clientes • Depósito Mín. €10 • Requisito de Apostas: 70x

Termos da Promoção Registrar-se

A Mãe Natureza pede socorro

Fonte: Pixabay Com o passar dos anos, a expressão “oceano de plástico” não é mais uma simples expressão metafórica, e sim uma realidade. Inclusive há uma previsão dizendo que até 2050, o oceano terá mais peso em plástico do que em peixes. As amostras coletadas durante um documentário da Vice possuem 1.000 partes de plástico para cada plâncton. A gravidade do problema é seriamente percebida quando levamos em conta que seis partes de plástico para cada plâncton já representam um ambiente completamente poluído. Continue lendo este artigo para saber mais sobre esse assunto e como é possível ajudar a nossa natureza.

1. Há muito plástico nos oceanos?

Alguns fatos rápidos: - Estima-se que 8 milhões de toneladas métricas de plástico são jogadas no oceano anualmente. Desses, 236 mil toneladas são microplásticos (pedaços minúsculos de plástico partido menores do que a unha de uma mão). - Há cinco canteiros massivos de plástico nos oceanos ao redor do mundo. Essas grandes concentrações cobrem grandes áreas do oceano; uma delas se encontra entre a Califórnia e o Havaí, e é do tamanho do estado americano do Texas. - A cada minuto, um caminhão de lixo de plástico é jogado em nossos oceanos. - Estima-se que a quantidade de plástico no oceano deve subir até dez vezes até 2020. - Muitos organismos marinhos não conseguem diferenciar itens comuns de plástico de comida. Os animais que ingerem plástico com frequência morrem de fome, pois não conseguem digerir o plástico e ele enche os seus estômagos, impedindo que comam comida de verdade.

2. Há muito plástico nas praias?

Canudos na praia Fonte: Study Breaks Magazine Segundo um estudo feito pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO-USP), mais de 95% do lixo achado em praias brasileiras é feito de itens de plástico, como garrafas, canudos, cotonetes, redes de pesca, embalagens de sorvete e copos descartáveis. Pesquisas revelam que 80% da origem dos lixos no oceano são de proveniência terrestre e, entre as causas, estão a gestão incorreta do lixo urbano e atividades econômicas, portuárias e de turismo. Claro, a população também tem a sua parcela de responsabilidade neste problema devido ao destino incorreto do lixo que é lançado na rua e nos rios. Os 20% restantes vêm dos próprios oceanos, com proveniência de atividades pesqueiras, mergulhos recreativos, pesca submarina e turismo (como por exemplo, cruzeiros).

3. O que é Strawkling?

Segundo a iniciativa “Operation Straw” da SO Manly e Grumpy Turtle Design, os australianos usam 2,9 bilhões de canudos por ano e tais itens são usados no momento, mas durarão o tempo que o planeta existir, evidentemente entrando no ecossistema mundial. A sua missão é fornecer as ferramentas necessárias para inspirar as pessoas a entrarem no oceano para retirar canudos (de uso único), e desejam acabar com o hábito do plástico e incentivar outras comunidades ao redor do mundo a fazerem o mesmo. O resultado é surpreendente, pois, em apenas 12 semanas, os voluntários coletaram mais de 2.000 canudos plásticos do oceano.

4. Como reduzir o seu lixo plástico?

reusable shopping bag Fonte: Earth.com Entre algumas formas de reduzir o seu próprio lixo plástico estão: - Tenha a sua própria bolsa para compras Estima-se que um milhão de sacos plásticos sejam consumidos mundialmente por minuto, gerando praticidade e conforto, mas, completamente poluindo o ecossistema mundial. - Pare de comprar água em garrafas de plástico Por motivos óbvios e já mencionados acima, é melhor manter uma garrafa recarregável com você. - Evite lâminas descartáveis Em vez de jogar fora aquele barbeador de plástico após o uso, é melhor comprar um que permita a troca da lâmina. - Troque fraudas descartáveis por fraudas de pano Muitas fraudas terminam no lixo todos os dias. Evite-as. Depois de um longo strawkling, sem dúvidas, jogar o seu cassino online favorito  no conforto do seu sofá será uma boa forma de relaxar após ajudar a Mãe Natureza.

5. Cleanup da 4Ocean

Fonte: beaches.com A organização 4Ocean vende pulseiras feitas de garrafas de vidro e plástico reciclado para o financiamento da sua operação de limpeza oceânica mundial. Eles já fizeram limpezas nas costas litorâneas de mais de 27 países. A solução é muito simples, limpar as praias e águas costeiras com o financiamento de produtos feitos por eles mesmos. Ela tem como objetivo remover 45 kg de plástico e outros lixos do oceano por cada pulseira vendida. Ao comprar uma pulseira, você ajuda a limpar o oceano.
Os produtos à base ... O mundo polêmico das ...